Carlos Moore

carlos-moore

Carlos Moore  é cubano.  Reconhecido especialista internacional em assuntos de raça e identidade, ele é Doutor em Ciências Humanas (2003) e doutor em Etnologia (1979), pela Universidade de Paris-7, na França. Foi professor titular de relações internacionais da University of the West Indies (UWI), no Caribe, e professor visitante da International University of Florida (FIU), nos Estados Unidos.  É fluente em cinco línguas.

A carreira de Moore abrange um período de quatro tumultuosas décadas, marcadas pelo exílio político de seu país natal, após ter entrado em conflito com o regime marxista de Cuba sobre a questão racial, experiência que foi narrada na sua autobiografia, Pichón.  Residiu na França durante dezesseis anos – período em que casou-se com uma escritora afro-norteamericana e teve um filho; desenvolveu longa carreira de jornalista junto à Agence France-Presse e ao semanário Jeune Afrique; militou junto à turma fundadora da Negritude (Aimé Césaire, Alioune Diop), e se envolveu com Malcolm X, o líder afro-norteamericano assassinado em 1965.

Sua primeira obra,  Fela. Cette Putain de Vie (Esta Vida Puta) – a  trepidante biografia do músico nigeriano, Fela Kuti – foi publicada em 1982. Esse livro lhe valeu um primeiro reconhecimento internacional que consolidou-se em 2008 com o sucesso do musical da Broadway FELA!, que nele se inspirou. Com edições em francês, japonês, italiano, alemão, português, o livro tem cinco versões distintas em inglês.

Moore tem publicado sete obras:

  • FELA. Esta Vida Puta (Belo Horizonte: Nandyala Editora, 2011; Chicago: Lawrence Hill Books, 2009; Abuja: Cassava Republic Press, 2010; London: Omnibus Press, 2010; London: Allison & Busby, 1982);
  • Pichón. Minha vida e a Revolução cubana (Belo Horizonte: Nandyala, 2015); Pichón. Race & Revolution in Castro’s Cuba (Chicago: Lawrence Hill Books, 2009);
  • Castro, the Blacks, and Africa (Los Angeles, CA: CAAS/UCLA, 1989);
  •  African Presence in the Americas (Trenton NJ: Africa World Press, 1995, redator principal).
  • Racismo & Sociedade (Belo Horizonte: Nandyala Editora, 2012, 2da ed.; Belo Horizonte: Mazza Editora, 2008, 1ra ed.);
  • A África que Incomoda (Belo Horizonte: Nandyala Editora, 2011, 2a ed.; 2008, 1a ed);
  • O Racismo e a Questão Racial (Belo Horizonte: Nandyala Editora, 2010); Were Marx and Engels Racists? (Chicago: IPE/Third World Press, 1972).

Moore reside no Brasil desde 2000 com sua família.