Notícias

Eduardo Spohr e Scarlet Rose abriram a Flica de sexta, 14

eduardo-spohr-e-scarlet-rose-abriram-a-flica-de-sexta-14

A literatura fantástica apareceu na Flica na mesa “Do Éden a Finlândia” com os autores Eduardo Spohr e Scarlet Rose, mediação de Suzane Lima Costa. Entre os assuntos, destaque para o processo de pesquisa e criação dos convidados.

Scarlet, que também é psicóloga, disse que deu destaque para a Finlândia em seu mais recente livro por ser um país “esquecido” por muitos. “O livro nasceu de um desejo. Eu levo esse gênero [literatura fantástica] com muita seriedade. Como psicóloga, acabo tendo que estudar muito os personagens para falar sobre o ser humano. Eu tive esse sentimento para sair da minha realidade e ir para um país desconhecido“, disse a baiana. Mesmo sem conhecer o país, garantiu que o pesquisou a fundo.

Spohr, que lançou seu primeiro livro em 2007, falou um pouco sobre seu processo de criação. O autor revelou que buscou fontes na internet, leu muitos livros e, inclusive, foi a um dos locais onde houve a Segunda Guerra Mundial, tema central da obra. Falou também sobre a diferença da fantasia e da realidade. “A fantasia é muito mais real que a realidade. Os livros realísticos você coloca num contexto. Você tira da realidade e coloca na dele. Na fantasia você faz as suas próprias conexões“, disse.

Dia 14 de Outubro – Mesa 3 – Flica 2016