Notícias

Flica anuncia novo curador para a edição 2017

tom-correia-2-foto-de-rosana-souza

A 7ª edição da Festa Literária Internacional de Cachoeira já tem seu curador. O escritor e jornalista Tom Correia assume este ano a função que foi ocupada em 2016 por Emmanuel Mirdad, um dos idealizadores e coordenador geral da Flica. Autor de quatro livros individuais de contos e com participação em várias coletâneas, Tom iniciou sua trajetória ao vencer o Prêmio Braskem de Literatura com “Memorial dos medíocres”.

 

Com inúmeros trabalhos em jornalismo literário, a exemplo da grande reportagem “Vidas suspensas”, sobre pessoas desaparecidas em Salvador, a sua relação com a Flica surgiu desde a 1ª edição. Em 2013, ele foi um dos autores convidados e, no ano seguinte, foi mediador da mesa com a escritora baiana Mariana Paiva e o português Gonçalo M. Tavares. “Ter feito parte da festa como público, autor convidado e mediador, além de grande aprendizado me proporcionou uma visão mais ampla da dinâmica da festa. Acredito que isso pode ser um fator importante no momento de compor as mesas desta edição”, afirmou.

 

Além da atuação em Literatura, Tom desenvolve atividades paralelas em Fotografia. No início deste ano, ele morou durante dois meses em Lisboa para dar início a “Breve cartografia do silêncio”, projeto de residência fotográfica selecionado por edital de mobilidade artística. Atualmente ele pertence ao conselho diretor do Instituto Sacatar, onde também fez parte de um programa de residência literária. Esta não será a primeira experiência de Tom na função. No final de 2013, ele foi um dos responsáveis pela curadoria do “Jorge +100: a Bahia de Jorge Amado nos dias de hoje”, evento literário que reuniu autores nacionais e locais para debater a literatura contemporânea em Salvador.

 

Consolidada como um dos maiores eventos literários do país, a Flica tem o patrocínio do Governado do Estado da Bahia, que, desde 2015, vem ampliando sua atuação na festa, com a participação articulada de diferentes secretarias e órgãos para o desenvolvimento de ações relacionadas às áreas de educação, cultura e turismo. A maior parte da programação acontece no Espaço Educar para Transformar, localizado em frente à Câmara Municipal de Cachoeira. Lá, o público pode participar de diferentes atividades, a exemplo de lançamento de livros, exposições, apresentações artísticas, contação de histórias e saraus.