Território Flica

A Capella de Waly

flica-2017-a-capela-de-waly

Concebida especialmente para o evento waly(day), em homenagem ao poeta Waly Salomão, realizado em novembro de 2015 pelo Instituto de Letras da UFBA, A Cappella de Waly é ao trabalho do performer Alex Simões a partir da obra do poeta baiano de Jequié.

A Cappella de Waly é um trabalho que investe na presença e na articulação entre emissão sonora da palavra e dos sons percussivos produzidos pelo corpo ou por objetos deslocados do seu uso cotidiano, como por exemplo, o golpe ritmado de um carimbo contra a palma da mão.

A partir do fluxo da memória afetiva dos poemas e canções de Waly, o poetaperformer Alex Simões conduz o público por uma descoberta de sua obra.

Contribui para a encenação, a tensão permanente construída pelo perfomer ao equilibrar durante todo o tempo em sua cabeça o livro que reúne a obra completa de Waly Salomão.

Presença, tensão, corpo, objeto, A Cappella de Waly coloca o corpo/pensamento acomodado em risco numa permanente “câmara de ecos”.